Translate

RÁDIO VIDA EM CRISO

Ouça a Rádio Vida em Cristo FM 89.1, 24 horas no seu computador. A rádio gospel online que toca as melhores Músicas gospel do Brasil. A rádio que vai toca no seu coração.Confira!

Evangelismo

"EU SOU O BOM PASTOR; O BOM PASTOR DÁ A VIDA PELAS OVELHAS." JOAO 10.11

Google+ Followers

quinta-feira, 28 de julho de 2011

ETAPAS DA MATURIDADE DE ELISEU

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
 
31 DE JULHO DE 2011
 TEXTO ÁUREO
"Guia-me o teu bom Espírito por terra plana"(Sl 143.10b).
OBJETIVOS
Ao término da lição,exposta,o aluno deverá ser capaz de :
. conhecer a história da vida de Eliseu; 
. entender que Deus chama, para o Seu trabalho, pessoas de todos os níveis  sociais;
. reconhecer que Eliseu  foi usado com muito poder para realizar milagres.

TEXTO BÍBLICO BÁSICO

2 REIS 2.5-11
5 Então os filhos dos profetas que estavam em Jericó se chegaram a Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o Senhor hoje tomará o teu senhor por sobre a tua cabeça? E ele disse: Sim, eu o sei; calai-vos.
6 E Elias lhe disse: Fica-te aqui, porque o senhor me envia ao Jordão. Mas ele disse: Vive o Senhor, e vive a tua alma, que não te deixarei. E assim ambos foram juntos.
7 E foram cinquenta homens dentre os filhos dos profetas, e pararam defronte deles, de longe; e eles dois pararam junto ao Jordão.
8 Então Elias tomou a sua capa e, dobrando-a, feriu as águas, as quais se dividiram de uma à outra banda; e passaram ambos a pé enxuto.
9 Havendo eles passado, Elias disse a Eliseu: Pede-me o que queres que eu te faça, antes que seja tomado de ti. E disse Eliseu: Peço-te que haja sobre mim dobrada porção de teu espírito.
10 Respondeu Elias: Coisa difícil pediste. Todavia, se me vires quando for tomado de ti, assim se te fará; porém, se não, não se fará.
11 E, indo eles caminhando e conversando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho.

COMENTÁRIO


Muitas vezes, não somos atendidos em nossos pedidos porque, como  diz Tiago, não sabemos pedir. Em certas ocasiões, fazemos pedidos fúteis, desnessários ou até mesmo pedidos que vão nos trazer lutas e aborrecimentos. Devemos fazer como Eliseu que pediu porção dobrada do Espírito e recebeu. Eliseu operou o dobro dos milagres operados por Elias. Se queremos ser usados por Deus, devemos pedir coisas que glorifiquem o Seu nome.
Nesta lição,descobriremos quais foram os segredos deste homem de Deus, que desenvolveu um ministério profético, duas vezes maior do que Elias.

1. A CHAMADA DO SUCESSOR


Eliseu, um jovem forte, com  grande energia, arava  o campo com a décima segunda parelha de bois. O profeta Elias passou  onde  ela estava, não parou para conversar, não lhe disse nada, simplesmente, lançou  sua capa sobre Eliseu (1Rs 19.19). O que Elias fez foi um ato profético.
Quando o manto profético tocou seu corpo,Eliseu sentiu algo espacial. Foi muito mais do que uma simples emoção; era a mão de Deus que o tocava, era o ato de Deus que o chamava para um poderoso ministério profético que abençoaria maravilhosamente o povo  de Israel.
O coração de Eliseu bate forte; ele beija seus aos despedindo-se dos mesmos, e, imediatamente, mata os bois com os quais trabalhava, queima os equipamentos do arado, cozinha a carne bovina e dá ao povo.Em seguida, parte com o  profeta Elias para ser o seu auxiliar.Veja bem, foi ser ajudante, auxiliar, servidor de Elias (1Rs 19.20,21). Se desejamos crescer  em maturidade para sermos usados pelo Senhor, o primeiro degrau da escada do progresso é servir a Deus e aos demais (Mc 10.45).

2.GILGAL-DEUS INICIA REMOVENDO O OPRÓBRIO


A primeira etapa de crescimento na vida de Eliseu começa em Gilgal. Esta é a primeira citação bíblica logo após Elias ter lançado o manto  profético sobre Eliseu.
Naquele lugar fantástico onde o poder de Deus se manifestou diante dos olhos maravilhados dos israelitas, começa o treinamento, o aprendizado, o processo de maturidade de Eliseu. O memorial com as doze pedras retiradas do rio Jordão no tempo de Josué, ali estava, como sinal, a fim que todos soubessem do que Deus havia feito com o Seu povo, abrindo o Jordão no tempo da colheita, quando suas águas transbordavam por todos os lados (Js 3.15). 


2.1.Todo opróbrio do Egito é removido em Gilgal (Js5.9)


Durante 430 anos, o povo de Israel permaneceu escravo no Egito. A humilhação, a vergonha, a desonra e a manipulação sofridas machucaram muito o coração do povo. Foi um tempo muito longo. Deus ouviu o clamou de Seu povo. Deus viu a sua aflição. Deus sentiu as dores de cada um deles. Deus desceu e livrou os filhos de Israel (ÊX 3.7,8).  
A atitude de Deus em remover para sempre toda a humilhação e as marcas da vergonha sofrida pelo seu povo na terra do Egito foi simbolizada no ato da circuncisão (Js 5.2). Ao cortar a carne, Deus estava cortando  todo relacionamento de pecado,toda ligação espiritual, todo envolvimento comprometedor com os padrões pecaminosos operantes no Egito. A final, Deus queria o crescimento e a maturidade de Seu povo!


2.2. Gilgal, representa o Calvário


Caminhando  por Gilgal, o jovem Eliseu lembrava que ali onde  ele estava, uma nação inteira  foi operada por Deus. Ali mesmo, o lugar do sacrifício que marcou a vida de cada israelita, foi onde Deus escolheu para ensinar a Eliseu que existe um preço a ser pago.
O vocábulo Gilgal é uma palavra no idioma hebraico de onde procede o termo "golgolet" que significa "Gólgota", Caveira" ou "Cabeça". No monte da Caveira, no Gólgota, Cristo morreu pelos nossos pecados (Rm 5.6). Deus exigia o derramamento de sangue para salvação e redenção da humanidade. Não havia outro meio nem alternativa (Hb 9.22).


2.3.Devemos nos gloriar na cruz de Cristo (Gl 6.14) 


A morte cruel do filho de Deus que Se tornou homem (Fp 2.5-8), pendurado na cruz entre o céu e a terra, constitui-se na mais ocorrida em toda a história da humanidade. Durante o Seu ministério aqui na terra, a comunhão com o Pai nunca foi interrompida. A única vez, no momento mais crucial, quando mais o Filho precisava do Pai, ela foi cortada. O Senhor Jesus, sozinho, fez o que ninguém, no céu nem na Terra podia realizar a salvação da  raça humana (Is 63.1-3). No Calvário, aconteceu a revelação dos nossos pecados. A morte de Cristo foi o pagamento  do pecado (Rm 6.23). No Calvário, aconteceu a revelação da  justiça de Deus. O pecado precisava ser castigado de acordo com a justiça de Deus. No Calvário, aconteceu a revelação do amor de Deus. Foi o grande amor de Deus que levou o Pai a abandonar o Filho na sangrenta cruz do Calvário. Amor  sacrificial. Amor salvador. Amor eterno (Jo 3.16; Rm 5.8).

3. O CRESCIMENTO EM BETEL A CASA DE DEUS


A próxima etapa era Betel, que significa Casa de Deus. O lugar do encontro de Jacó com o Senhor chamava-se Luz. O nome foi mudado para Betel pelo patriarca, após o encontro com o Senhor (Gn 28.19).
Jacó declarou que aquele lugar "Betel" era  muito especial, temível, sagrado e emocionante. Ele descobriu que em Betel na Casa de Deus, o pecador é bem-vindo, referindo-se à situação em que ele mesmo se encontrava. Ele também descobriu que em Betel os anjos estão presentes para ministrar! Outra descoberta sensacional! Na Casa de Deus, o próprio Deus está  presente (Hc 2.20) para Se revelar, para abençoar, estabelecer alianças e fazer promessas!

3.1. Em Betel, na Casa de Deus crescemos em comunhão


A igreja é o lugar escolhido e estabelecido pelo Senhor para adoração. É verdade que não existe um só  lugar para adorar a Deus, entretanto o templo, a igreja é o lugar´próprio onde todos os verdadeiros adoradores se reúnem para prestar culto, homenagear e adorar a Deus.
Na Igreja, crescemos na comunhão uns com os outros. Deus criou o homem como um ser social.Temos necessidades básicas de estar juntos, relacionar-mo-nos uns com os outros. Assim como o corpo humano possui vários membros diferentes, mas que estão ligados, não se separam,da mesma forma, todos estamos ligados no corpo de Cristo, que é a Sua Igreja (Ef1.23;1 Co12.27).

3.2. Na Igreja, crescemos em conhecimento e sabedoria

O Senhor Jesus fundou a Igreja,estabeleceu-a, dando-lhe diretrizes e declarando: "Edificarei a minha Igreja..." A Igreja está sendo edificada pelo Senhor Jesus.Neste processo, a Palavra de Deus tem um papel de fundamental importância para o crescimento. O livro de Atos dos Apóstolos é conhecido, também, como o livro da Igreja. A história da Igreja, sua inauguração, sua apresentação, sua expansão, sua ação, sua consolidação são descritas em detalhes. A Igreja cresceu porque os cristãos recebiam de bom grado, isto é, com o coração alegre e aberto, a Palavra do Senhor. Estudavam a Palavra e cresceram em conhecimento e sabedoria (At 17.11).

3.3. Deus deu à Igreja obreiros que nos ajudam a crescer


A participação e o envolvimento na Igreja são de vital importância para crescer em Cristo (Ef 4.11-13). Para desenvolver este processo de crescimento e maturidade, Deus escolheu, chamou, preparou pessoas e as designou para trabalharam na igreja. Tais pessoas são comprometidas fielmente com o coração de Deus, ministrando de acordo com a vontade do Senhor, capacitadas de conhecimento e inteligência (Jr 3.15).
Essa tare deve ser exercida também por todos os cristãos, estimulando uns aos outros, a fim de que todos cresçam para a glória de Deus! Esta assembleia solene e santa precisa acontecer, visto que o fim se aproxima com rapidez (Hb10.25).

4.APRENDENDO A LUTAR EM JERICÓ


O profeta Elias diz a Eliseu que o Senhor lhe enviava a Jericó. As lições ministradas em Gilgal e em Betel foram importantíssimas na vida de Eliseu. Ele estava crescendo e amadurecendo para uma grande obra.
Deus prepara a cada um de nós com sabedoria, produzindo qualidades, virtudes e frutos que nos habilitarão a desempenhar o santo ministério. A famosa, a estruturada, a fortalecida cidade de Jericó era o orgulho dos moradores da região. Era o centro da idolatria onde os deuses cananitas eram reverenciados pelos moradores corruptos de Jericó e região. Deus entregou a Josué a estratégia da vitória para a destruição total de Jericó (Js 6.1-20). Em Jericó, acontece o grande teste da fé! Certamente, as lições extraídas da fantástica vitória do Senhor, destruindo a cidade de Jericó, foram comentadas por Elias e passadas ao jovem profeta Eliseu (Tg 1.2-4).

4.1. Cada pessoa que deseja a maturidade enfrenta lutas

Assim como o povo de Israel lutou corajosamente para conquistar Jericó, toda pessoa que deseja evoluir, subir na vida, dar a volta por cima, ser feliz e vencer terá que lutar. As batalhas começaram quando o homem e a mulher pecaram contra Deus. Imediatamente três grandes inimigos surgiram: o diabo (1Pe 5.8), o pecado (Hb 12.1) e a morte (1Co 15.26).
Deus  chama o homem, a mulher e a serpente, e declara que, a partir daquele momento começava a guerra das sementes (Gn 3. 15). Uma das primeiras lições no treinamento é saber, ter consciência de que existe uma batalha terrível acontecendo agora mesmo! Quais são as batalhas que acontecem agora mesmo?A batalha entre Deus e Satanás (2Ts 2). O combate entre a luz e as trevas (Jo 12.35). A luta entre o espírito e a carne (Rm 8.5). A guerra entre os anjos e os demônios (Ap 12.7). A luta constante da Igreja (1 Co 9.25). As terríveis aflições existentes no mundo (Jo 16.33). O conflito entre o bem e o mal (Rm 7.19). Os muitos adversários (Sl 71.13). A batalha sem tréguas contra o cristão fiel (Mt 5.11).

4.2. O diabo é o principal inimigo devorador  


O diabo faz de tudo para convencer as pessoas que ele não existe. Estude a Bíblia, e você descobrirá muitas passagens que comprovadamente declaram a existência do diabo. 
 No início da Bíblia, ele surge tentando a mulher à desobediência (Gn 3.4,5). Ele calunia os servos de Deus (Jó 1.9-11). O diabo se opõe aos justos (Zc 3.1). Ele tentou ao Senhor Jesus (Mt 4.1), Ele remove a Boa Semente (Mt 13.19). Ele mente descaradamente (Jo 8.44). O diabo instiga os homens a pecarem (Jo 13.2). Ele aparece na Bíblia com diversos nomes, títulos e símbolos: O diabo é o acusador (Ap12.10); o dragão (Is 27.1); o príncipe deste mundo (Jo 14.30), maligno (Mt 13.19,38); Satanás (Jó 1.16); espírito mau (1Sm 16.14); príncipe dos demônios (Mt 12.24); antiga  serpente (Ap 12.9); o tentador (Mt 4.3); assassino (Jo 8.44); falso anjo de luz (2Co 11.14). Ele penetra, apropriando-se do coração quando lhe permitem (At 5.3). Ele peneira  os santos, quando lhe é permitido (Lc 22.31).

 4.3.Nas batalhas da vida, a língua precisa ser treinada


No plano estratégico dado por  Deus a Josué, que foi passado aos sacerdotes, aos capitães das tribos  e a todo o povo, o Senhor estabeleceu uma exigência que seria fator de vitória na grande batalha  pele conquista de Jericó. Todos deveriam ficar em silêncio total, de boca fechada sem dizer nenhuma  palavra, até o dia, até a hora, até chegar o momento em que Josué lhes ordenasse gritar o brado da vitória! (6.10).
Ao ser abordado pelos israelitas apavorados, medrosos e desesperados, Moisés declarou: "Não tenham medo, fiquem em silêncio, permaneçam calmos e tranquilos, o Senhor lutará por você" (Êx 14.13,14 ).
O homem e a mulher que desejam crescer em maturidade precisam aprender a domar a língua. Ela pode causar a vida ou a morte. Algumas pessoas não conseguem amadurecer sofrendo derrotas uma após outra,´porque não aprenderam a dominar a língua.

4.4.Se você quer crescer e ter maturidade, nunca para de lutar

Ninguém cresce e amadurece em segundos, minutos ou poucas horas. Observe o exemplo de Moséis preparado em toda cultura egípcia (a  melhor e mais eficiente). Ele foi treinado durante oitenta anos em todas as áreas, até possuir as qualidade e a maturidade para ocupar o posto que o Senhor lhe havia designado (Hb 11.23-28).
Os que desejam o equilíbrio, o domínio próprio, a autoridade, o progresso, a felicidade e a maturidade não param de lutar um só instante!Em plena guerra,em cada combate, nas batalhas e nas lutas de cada dia, somos (estamos sendo - é um processo) fortalecidos pelo Senhor, na força do seu poder (Ef 6.10). As promessas de Deus são fiéis, verdadeiras e presentes nos conflitos que enfrentamos (Dt 28.7;Js 1.5. 2 Cr 32.8; Sl 125.2).

5.JORDÃO - O LUGAR DA VISÃO

Em Gigal, em Betel, Em Jericó e agora no Jordão, Eliseu foi abordado por jovens, filhos dos profetas que lhe perguntavam se ele  sabia  que Deus iria recolher Elias. A resposta era uma só. "Também eu sei; calai-vos" (2 Rs 2.5). Todos acompanhavam a jornada de Elias e Eliseu, reconhecendo que Elias e Eliseu, reconhecendo que Elias era o mentor, o mestre,  era o profeta do Senhor posto por Deus para treinar e preparar Eliseu para o ministério.
Deus utiliza pessoas, tanto homens como mulheres, como m mentores para ajudar na preparação para servirem na obra do Senhor.

5.1.Diante do rio Jordão acontece mais um ato profético.

Elias toma  a sua capa e  depois de dobrá-la, toca nas águas do rio, o poder de Deus se manifesta abrindo o rio, separando as águas, e secando o leito do rio´para os seus dois escolhidos Seus profetas passarem a pé enxuto! ( 2Rs 2.7).
Do outro lado, Elias se dirige a Eliseu solicitando:"Pede-me o que queres que te faça, antes que seja tomado de ti". Eliseu pede. Elias declara que este pedido era bem difícil, mas não impossível de ser comprido, apenas com uma condição: Eliseu teria que estar junto com ele e ver o momento em que ele seria levado pelo Senhor. Enquanto Elias era elevado aos céus pelo poder de Deus, a sua capa caiu. Ele segura o manto profético, toca nas águas do rio Jordão e pergunta em voz alta:"Onde está o Senhor, Deus de Elias?". Ao bater nas águas com o manto profético, elas se separam, o rio abre e Eliseu atravessa o rio a pé enxuto. Imediatamente chegaram os cinquenta jovens profetas, declarando: " O espírito de Elias repousa sobre Eliseu".
     Eliseu chegou até o Jordão e agora tudo havia terminado? Não! Ele cumpriu as primeiras etapas de crescimento, permitindo que os princípios e os fundamentos da maturidade fossem plantados em sua vida. A partir o Jordão, começava algo muito especial e importante na vida de Eliseu, na vida do povo de Israel, ações poderosas que trariam grande impacto para  o mundo inteiro.

CONCLUSÃO

Esta lição nos mostra os caminhos, as atitudes que devemos seguir e tomar para sermos pessoas estáveis, equilibradas e maduras. A obra do Senhor precisa de homens e mulheres com perfil de Eliseu. Ele foi perseverante e fiel, e chegou onde o Senhor queria. O Deus a quem Eliseu amou, adorou e serviu é o mesmo Deus a quem devemos amar, adorar, e servir. Desta maneira, todos alcançaremos a maturidade.

Fonte: Maturidade, essência da vida cristã.Nº20
Central Gospel
Revista: Jovens e Adultos
Transcrito: por Pb Elcio Bomfim












Agradecimento





FEED