Translate

RÁDIO VIDA EM CRISO

Ouça a Rádio Vida em Cristo FM 89.1, 24 horas no seu computador. A rádio gospel online que toca as melhores Músicas gospel do Brasil. A rádio que vai toca no seu coração.Confira!

Evangelismo

"EU SOU O BOM PASTOR; O BOM PASTOR DÁ A VIDA PELAS OVELHAS." JOAO 10.11

Google+ Followers

quarta-feira, 13 de abril de 2011

EXTRA DISPENSACIONALISMO, 2º PARTE (Períodos Bíblicos)


ESTUDO DA PALAVRA

Neste estudo de dispensações, tudo tem seu começo em Gênesis 1.1. Mas existe muitas coisas que precederam a esse principio criativo divino, ou seja, que aconteceram antes de Gênesis 1.1, que chamamos "Extra dispensacionalismo".
Tudo o que a cronologia diz, começa em Gênesis 1.1, porem somos levados pela curiosidade para dar uma olhada no que há antes de Gênesis 1.1, sem sair dos parâmetros bíblicos.

O QUE HAVIA ANTES DE GÊNESIS 1.1?
  1. ANTES DA CRIAÇÃO DO MUNDO (Gênesis 1.1) HOUVE UMA MANIFESTAÇÃO DE AMOR ENTRE DEUS PAI E DEUS FILHO..
Neste passado cheio de mistérios, havia a unidade e a eterna comunhão do Verbo de Deus, o qual mais tarde se encarnou. "O Senhor me possuiu no princípio de seus caminhos e antes de suas obras mais antigas...ainda Ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem sequer o princípio do pó do mundo" (Provérbios 8.22,26).
"No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus" (João 1.1,2).
A evidência da existência destes fatos antes de Gênesis 1.1, é reforçada com a revelação da relação amorosa entre o Pai e o Filho : " ...Porque tu me hás amada antes da criação do mundo" ( João 17.24b).
  1. ANTES DA CRIAÇÃO DO MUNDO, HOUVE UMA MANIFESTA-ÇÃO DE GLÓRIA DO FILHO JUNTO AO PAI.
" E, agora, glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse" (João 17.5).
  1. ANTES DA CRIAÇÃO DO MUNDO, DEUS JÁ HAVIA DETERMINADO UM CONSELHO PARA A SALVAÇÃO DOMUNDO.
Por Sua Onisciência, Deus já havia determinado, antes da criação do mundo, um conselho para a salvação do homem. Também nos havia prometido vida eterna, "antes do princípio dos séculos. Assim que desde o ponto de vista de Deus, que transcende o tempo, todas as bênçãos nos foram dadas em Jesus, antes dos tempos eternos.
Esse Conselho preparou um reino para os Seus. Essa declaração será dada pelo Rei, quando Ele levantar seu trono sobre a terra. "Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo" (Mateus 25.34).
  1. ANTES DA FUNDAÇÃO DO MUNDO, O FILHO DE DEUS, COMO "CORDEIRO SEM MANCHA", JÁ ERA CONHECIDO COMO AQUELE QUE VIRIA A SER MEDIADOR ENTRE DEUS E OS HOMENS.
"Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, o qual, na verdade, em outro tempo, foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado, nestes últimos tempos, por amor de vós" ( I Pedro 1.19,20).
Na sua oração sacerdotal (João 17) Cristo declara o plano eterno de Deus, concebido
antes de Gênesis 1.1, a favor dos seus.

OS SETE PRIMEIRO DIAS DA HISTORIA. 

Segundo a Geologia, a vida precedeu à luz, desenvolvendo-se nas
profundezas dos mares. "E o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas" A geologia também diz que primeiro houve uma luz química, não uma luz solar. " Disse Deus. Seja a luz, e foi a luz". Deus disse isso no primeiro dia, e o sol só apareceu no quarto dia. Assim a ciência confirma a Palavra de Deus.
O PRIMEIRO DIA – Gen. 1.3
O SEGUNDO DIA – Gen. 1.6
O TERCEIRO DIA – Gen. 1.11
O QUARTO DIA – Gen. 1.14
O QUINTO DIA - Gen. L.20
O SEXTO DIA – Gen. 1.24-27.
1- PRIMEIRO DIA (Gênesis 1.3)
"E disse Deus. Haja luz. E houve luz".
A luz é criação de Deus, totalmente oposta às trevas.
2- SEGUNDO DIA (Gênesis 1.6)
"E disse Deus:Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas". Aqui, a palavra hebraica "rakia", significa simplesmente "expansão" ou "espaço". Assim que se refere a esse espaço ou expansão que separa as nuvens que estão nas regiões mais altas dos mares e tudo o que está embaixo. A isto o chamamos "atmosfera".
3- TERCEIRO DIA (Gênesis 11)
"E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nela sobre a terra. E assim foi".
Aqui neste versículo, podemos considerar a origem da vida em sua forma mais baixa.
São especificadas três classes de vida vegetal:
a. A erva,
b. A erva que dá semente
c. A árvore que dá fruto.
A primeira é um organismo mais simples; a segunda já é mais complexa, tendo um ramo, e se propaga através de suas sementes; a terceira é mais complexa, pois tem ramos de madeira, e por isso pode elevar-se do chão, e dar fruto que contém a semente para sua propagação.
4- QUARTO DIA (Gênesis 1.14)
"E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos".
Notamos que no primeiro versículo de Gênesis, temos uma declaração que estabelece a criação dos céus e terra. Portanto, aqui não se refere a criação dos corpos celestes, porque não se emprega a palavra "criar", mas indica seus ofícios de utilidades para a terra.
5- QUINTO DIA (Gênesis 1.20)
"E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a faze da expansão dos céus".
Sabemos que a maioria das vidas está nos mares e rios. A fecundidade dos peixes é algo grandioso que o homem não pode nem imaginar. É o fiel cumprimento da Palavra de Deus.
6- SEXTO DIA (Gênesis 1.24-27)
"E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua espécie, e répteis, e bestas feras da terra conforme a sua espécie. E assim foi...".
A CRIAÇÃO DO HOMEM.
Gênesis 1.26: "E disse Deus: façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se move sobre a terra".
No sexto dia da criação, depois de concluir sua ação criadora, Deus sentiu a necessidade de algo mais pessoal, algo inteligente e que pudesse ter comunicação direta com Ele.
Numa época completamente remota, num passado desconhecido, a Divindade propôs a criação de um ser que pudesse desfrutar de comunhão com Deus e, para ser seu representante aqui na terra. Esse ser foi o HOMEM. Foi criado à IMAGEM e SEMELHANÇA de Deus.
IMAGEM, do hebraico "tselem", significa a expressão da realidade. O homem possui uma natureza trina, pois é constituído de Espírito, alma e Corpo. "E o mesmo Deus de Paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo" (I Tessalonicenses 5.23). Possui uma natureza espiritual que o coloca em contacto com Deus " Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus" ( I coríntios 2.11).
. A imagem é a substância espiritual e inseparável da alma e não pode ser separada do homem vivente.
A Palavra "SEMELHANCA", corresponde ao caráter moral, que pode separar-se da substancia ou essência e que foi perdida na queda do homem através do pecado original. Ele continuou tendo a alma, mas sem o caráter moral divino (I João 3.2; Salmo 17.15).
IMAGEM e SEMELHANCA, não são termos para compreender-se materialmente, mas espiritualmente.
O sacrifício de Cristo na cruz foi para restaurar a semelhança através do novo nascimento (regeneração). "Jesus respondeu e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus", (João 3.3). "Mas a nossa cidade está nos céus, donde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também em si todas as coisas". (Filipenses 3.20,21).
O homem foi criado para ser perfeito, puro e maravilhoso. "Vede, isto tão somente achei: que Deus fez ao homem reto, mas ele buscou muitas invenções" (Eclesiastes 29).
Deus deu ao homem todo poder sobre as coisas criadas (céu, terra e mar). Através da ciência, a tecnologia, podemos ver o poder dominante do homem. O homem com esse poder e sabedoria, deu nome a todos os seres viventes da terra. Era um conhecimento intuitivo. O homem era perfeito em todos os aspectos: físico, moral e espiritual.
Para todas as coisas criadas, foi empregado uma simples palavra, porém quando chegou a hora de criar o homem, Deus mudou seu método de povoar o universo. Ele colocou Suas próprias mãos em ação, para imprimir um contacto pessoal no novo ser que estava criando. Assim que o homem leva em si, a marca de Deus, a impressão digital de Deus.
Deus coroou a sua obra criadora, com a criação do HOMEM. Assim que o homem foi como a coroa da criação de Deus.

Deus Abençoe!
Graça e Paz


Postar um comentário

Agradecimento





FEED